Militar é vítima de homofobia e tem atitude surpreendente quando comenta sobre o ocorrido em seu Facebook

Emerson Cordeiro usou sua rede social para rebater comentários homofóbicos que estava recebendo após compartilhar uma imagem em que comemora seis anos de união ao lado de seu parceiro. Ele é major do exército!

Ele contou que um colega de farda pegou a foto e repassou nos grupos militares com o intuito de ridicularizá-lo: “Daí em diante viralizou a imagem por outros grupos, formados na maioria por militares, particularmente Oficiais do Exército Brasileiro”.

Emerson diz que a orientação sexual foi recebida com a naturalidade devida no quartel onde serve.

“Até então eu não estava dando importância, pois aos companheiros de farda que não sabem e que também não lhe diz respeito, sou casado com outro homem desde 2018 e declarei isso no atual quartel onde sirvo no mesmo dia que assinei o documento no cartório. Na época, o assunto foi tratado naturalmente sem alarde, sem espanto e sem absurdos. Segui minha vida de casado normalmente, como sempre vivi e vivo, sem nada a esconder. Desculpe se te poupei da ‘novidade’”.

Ele usou novamente as redes sociais para dar um ‘tapa’ na cara daqueles que estavam tentando tirar sarro de seu casamento com o parceiro:

Aos Danieis, Ronaldos, Eduardos e outros nomes que seguem na lista dos que estão divulgando minha fotografia, meu muito obrigado, obrigado por mostrarem as outras pessoas o seu desejo reprimido, sua inveja magoada por minha felicidade e toda a sua pobreza de espírito…

… Infelizmente ser livre e ser feliz tem seu preço e talvez a coragem e a honestidade que me é exigida por essa liberdade jamais será conseguida por suas almas miseráveis, sinceramente, eu desejo que vocês consigam, se não for nesta que seja na próxima encarnação. É preciso ser muito homem para isso. Talvez você nunca saberá”.

About Rafael d'Avila

view all posts

Publicitário. 22 anos. Morador de São José dos Campos. Sempre curioso. Apaixonado por dinossauros, TV e filmes e séries de terror.