Sugestões de viagem no Norte de Portugal

Há algumas semanas, apresentámos um conjunto de sugestões de viagem no Centro de
Portugal. Vamos agora continuar com esse roteiro pelo país irmão, orientando nosso foco para
o Norte do país, uma região com uma identidade muito própria e que vale a pena visitar. Se
não encontrar voos diretos do Brasil para o Porto, pode encontrar opções de viagem para
Lisboa e daí encontrar diversas ligações diárias para a “capital do Norte”.

Espinho


A cidade costeira é um pequeno e agradável “resort” de verão onde tem excelentes
restaurantes de marisco e uma curiosidade bem interessante: o grandioso Cassino de Espinho,
situado junto à praia. Os portugueses não precisam acessar o NetBet Cassino online para
arriscar na roleta ou no blackjack, podendo entrar em um dos cassinos licenciados e
registrados.

Se quiser seguir junto ao mar desde Espinho até ao Porto, passe junto à praia de Miramar e
visite a fascinante igreja do Senhor da Pedra, implantada em um rochedo batido pelas ondas
do mar, em meio ao areal.

Fisgas de Ermelo

Poucos estrangeiros se aventuram até estas cascatas situadas nas Terras de Basto. Não espere
encontrar aqui a magnificência de Iguaçu; contudo, se procura contato com a natureza e com
o que chamam o “Portugal profundo”, das aldeias onde o tempo passa lentamente, esse é um
dos locais a conquistar.

Braga
A “cidade dos arcebispos” foi capital de um reino germânico, após o fim do Império Romano, e
uma das mais importantes cidades da Igreja Católica na Península Ibérica, junto com Toledo.
Seu conjunto monumental e patrimonial é um fortíssimo testemunho. Não perca a igreja da Sé
(mais antiga que Portugal) e os santuários do Bom Jesus do Monte e o do Sameiro.

Vale do Douro
Será melhor fazer o cruzeiro fluvial subindo o rio Douro e conhecendo todas as histórias sobre como as pessoas dominam a natureza e a terra bravia há muitos séculos? Ou será preferível pegar um carro e descobrir os encantos de Lamego, os restaurantes de Peso da Régua, e se aventurar até Freixo de Espada à Cinta, junto a Espanha? É difícil dizer, mas o Vale do Rio Douro, onde nasce o famoso vinho do Porto, é incontornável em um roteiro como esse.

Trás-os-Montes

Quando se fala do Norte de Portugal, por vezes se esquece a província de Trás-os-Montes. Seu
nome diz tudo: “atrás dos montes”, uma província algo distante dos centros do Porto e de
Lisboa, onde as raízes célticas ainda se mostram e o próprio modo de falar das pessoas é
diverso do resto do país. Visite as cidades de Vila Real, Bragança, Miranda e o parque natural de Montesinho.

Porto
A capital do Norte não pode falhar. Suba à incrível Torre dos Clérigos, atreva-se a passar pelo tabuleiro inferior da ponte D. Luís (lembra a Torre Eiffel, e não é por acaso; é da mesma época e foi projetada por um ex-sócio de Gustave Eiffel) e visite as Caves do Vinho do Porto, na margem esquerda do rio Douro; volte para a margem direita e peça uma “francesinha” em um restaurante da Ribeira. E isso é só uma pequena amostragem do que pode ver e fazer no Porto.

About Stifler Mendes

view all posts

Blogueiro e fundador dos sites Criatives, DesignBrain e Curiozo com Z. Formado em Desenvolvimento Web e Design Gráfico, morador de São José dos Campos, apaixonado por séries e Counter Strike ♥