‘Ácaros noturnos’ comem sua gordura e enquanto você dormem se reproduzem sobre o seu rosto.

Ao ler o título, pode ser que você fique apreensivo, mas, muita calma nessa hora… Todos nós, independentemente de qualquer coisa, temos dezenas de aracnídeos em nossos rostos, se alimentando dos óleos que naturalmente produzimos. Parece bem bizarro, né? Porém, não tem como fugir disso!

Esses ‘bichos’ são bem parecidos com os carrapatos e recebem o nome de ‘ácaros de face’, e de acordo com um vídeo recentemente divulgado pela equipe do KQED San Francisco, eles têm uma vida pacífica e ficam enterrados em poros faciais na maioria dos adultos. Se liga só:

Esses ácaros não são encontrados em bebês, pois são transmitidos através do contato maternal, e vivem perto das raízes dos folículos pilosos em homens e mulheres. A aparência desses seres é bem estranha, possuem oito pernas, e medem apenas 0,3 mm, como relata um artigo da NPR, só conseguem ser vistos através do microscópio.

A pergunta que não quer calar é: por qual motivo eles vivem em nossos rostos? O sebo que o corpo libera é um prato cheio pra eles, ainda mais nos folículos e em partes mais gordurosas do rosto, como a ‘zona T’.

Eles se enterram nos poros e dormem durante o dia, porém, quando você está dormindo, eles rastejam sobre a tua face e acasalam, isso mesmo, o seu rosto se torna o cenário de uma ‘festinha noturna’, mas, felizmente, não somos convidados e nem presenciamos o que acontece!

A revista Clinical and Experimental Dermatology, publicou em 1992 que folículos infestados podem conter meia dúzia de ácaros de um só vez, e cada um deles pode viver por até duas semanas, eles não representam ameaças para os humanos, a não ser que o número acumulado seja exageradamente grande, que acarreta a doença ‘demodicose’:

“Demodicose é capaz de causar um brilho vermelho ou branco na pele, sendo frequentemente associada a um declínio na resposta do sistema imunológico”, revela Kanade Shinkai, dermatologista da Universidade da Califórnia, em San Francisco. Entretanto, a condição é rara e a grande maioria vive pacificamente com esses bichinhos no rosto até a velhice.

Bom, para tentar tornar essa informação um pouco mais reconfortante, esses ácaros não possuem ânus, todas as fezes ficam acumuladas em seus corpos durante a breve vida que eles têm.

About Rafael d'Avila

view all posts

Publicitário. 22 anos. Morador de São José dos Campos. Sempre curioso. Apaixonado por dinossauros, TV e filmes e séries de terror.