Fomos para Recife dirigir o Novo EcoSport 2018. Confira nossa experiência.

Na última semana de Julho, fomos convidados pela Ford Brasil para ir ao Recife, em Pernambuco, dirigir em primeira mão o Novo Ecosport 2018.
O carro que já tinha aparecido pela primeira vez no Salão do Automóvel de Buenos Aires, dessa vez chegou para testarmos e conhecermos um pouco mais da dirigibilidade dele, assim como algumas funções e novidades que a Ford trouxe para a versão 2018.

O lançamento dessa vez ocorreu no Hotel Sheraton Reserva do Paiva e contou com diversas mídias, assim como jornalistas, blogueiros e influenciadores digitais.
Nesse post, você vai conhecer algumas considerações que tivemos sobre o carro, assim como uma breve análise sobre o design, tecnologia e novidades que chegaram na nova versão.

Tecnologia e novidades.

O Novo EcoSport traz a disponibilidade de diversas tecnologias embarcadas para a segurança e prazer de dirigir. Ele introduz um conjunto de equipamentos exclusivos, como controle de estabilidade com novo sistema anticapotamento, monitoramento de pressão dos pneus e grade frontal com controle ativo. Destaque também para os sete airbags e sistema multimídia SYNC 3 com tela capacitiva, todos itens de série.

A versão Titanium tem novo teto solar elétrico, faróis de xênon com luz diurna de LED e acendimento automático, alerta de ponto cego, acesso ao veículo sem chave com reconhecimento capacitivo, partida por botão, ar-condicionado automático digital, computador de bordo com tela de 4,2” no painel, câmera de ré, porta-malas com sistema inteligente de bagagem, sensor de chuva e som premium da Sony com nove alto-falantes.

O Novo EcoSport passa a ser referência em segurança ativa e passiva. Vem equipado de série, em toda a linha, com sete airbags, assistente de partida em rampa, monitoramento de pressão dos pneus e controle de estabilidade com sistema anticapotamento (RSC), exclusivo da Ford.

Design

Externo
A dianteira do Novo Ecosport 2018 ficou mais baixa em relação ao antigo versão. A grade frontal agora é integrada, lembrando muito a outros modelo da marca como o Edge. Os faróis ganharam um tamanho maior, dando mais agressividade a suas linhas que criam uma sequência em todo o carro. O espaço para as luzes auxiliares ficou maior por conta da integração da luz de direção. Olhando pela dianteira do carro, parece até maior por conta da diminuição da área sem pintura no para-choque.

Interno.

O painel de instrumentos, assim como o interior, é totalmente novo e destacado pela tela flutuante de 8 polegadas sensível ao toque, conectada com o avançado sistema multimídia SYNC 3, compatível com Apple Car Play e Android Auto. O compartimento traseiro também traz uma nova configuração que amplia o espaço e versatilidade para o transporte de bagagem.

 

Versões e Preços.

O novo Ecosport 2018 possui 3 versões: 1.5 Se e 1.5 FreeStyle, com transmissão automática ou manual, e a versão 2.0 Titanium, que possui apenas transmissão automática.

A versão FreeStyle adiciona SYNC 3 com tela de 8”, câmera de ré, ar-condicionado automático e digital, faróis com luzes diurnas de LED, tela multifuncional de 4,2”, bancos revestidos em tecido e couro e rodas de liga leve de 16”.

A versão Titanium traz ainda teto solar elétrico, sensor de ponto cego com alerta de tráfego cruzado, acesso inteligente capacitivo, sistema de partida sem chave, faróis de xênon, Sony Premium com 9 alto-falantes, bancos de couro e rodas de liga leve de 17”.

Valores:

  • SE 1.5 manual – R$ 73.990
  • SE 1.5 automática – R$ 78.990
  • FreeStyle 1.5 manual – R$ 81.490
  • FreeStyle 1.5 automática – R$ 86.490
  • Titanium 2.0 – R$ 93.990

“O Novo EcoSport foi criado para ser uma referência no segmento de utilitários esportivos tanto no nível de conteúdo como nos preços de aquisição, manutenção, peças e seguro”, afirma Natan Vieira, vice-presidente de Marketing, Vendas e Serviços da Ford. “Queremos manter o seu legado de sucesso, de inovação e de criação de tendência na geração de veículos. Mesmo com toda a evolução, a Ford estabeleceu uma estratégia vantajosa para o consumidor, praticamente sem aumento de preço em relação à linha anterior”, ressalta o executivo.

Motor e informações técnicas.

O motor 1.6 Sigma saiu de linha para dar lugar a um bloco mais moderno com três cilindros. O novo  motor 1.5 dragon deixou o modelo mais eficiente nas versões de entrada . Com ele, o carro ficou mais econômico e também com um melhor desempenho (cerca de 130 cv), devido ao menor peso do motor feito de alumínio.  Ele é 27 cv mais potente do que o 1.5 de 4 cilindros atualmente usado no Ka e tem 7 cv a mais do que o 1.6 do EcoSport que deixa as lojas, ambos da família Sigma.

Distância entre-eixos (mm) 2521
Altura (mm) 1696
Comprimento (mm) 4241
Largura com espelhos (mm) 2057
Entre-eixos (mm) 2521
Peso bruto total (Kg) 1676
Capacidade do tanque de combustível (L) 52
Capacidade do porta-malas (L) 362

Gostaríamos de lembrar aos nossos leitores que esse post é apenas um review de um produto no qual sua essência é o design. Em momento nenhum fomos pagos ou fomos contratados para a criação da publicação.
Agradecemos muito a Ford Brasil pelo convite e pela experiência. Adoramos!

About Stifler Mendes

view all posts

Blogueiro e fundador dos sites Criatives, DesignBrain e Curiozo com Z. Formado em Desenvolvimento Web e Design Gráfico, morador de São José dos Campos, apaixonado por séries e Counter Strike ♥